SESSENTA E TRÊS QUILOS

_Ei, você. Você é Jesus! _O que foi? _É isso mesmo! Eu te reconheço; não com os olhos, nem com a razão. Mas é você mesmo: Jesus! Jessé era um monge franciscano que vivia há vinte e dois anos no mosteiro de São Bento, de frente com a Praça Santo Antônio. Ele era da ordem…

ESPELHO DENTRO

Olá, tudo bem? Entre, fique à vontade. A sala é pequena, mas cabemos bem nós três! Sou Helena, e esta é minha prima, Estela. Feia, não é? Céus, ela é muito feia. Vamos, entre. Chegue mais perto, não precisa ficar com medo; ela é feia, mas não morde. Venha, entre; olhe mais de perto. Vou…

A RODA D’ÁGUA

Conto – João Flávio de Almeida A RODA D’ÁGUA _No nada. Dizem, nalguns corredores doutos, que a probabilidade de que surja a vida a partir de uma soma contingente de átomos é praticamente nula. Ainda mais, quase asneira, é idear o surgimento de uma consciência pensante nesta tal soma caótica de coisinhas diminutas, destas que…

A JANELA QUEBRADA

CONTO: A janela quebrada João Flávio de Almeida ———- _Posso entrar? _Sim, pode – contrariou-se, Samir. _Se preferir, volto depois – argumentou o pai. _É que acabo de ter uma ideia, e as primeiras pinceladas me seduziram. Queria avançar um pouco o campo central da tela. _Pois bem. Depois conversamos. Matias, pai de Samir, era…